Spine SRS

Tartalomjegyzék

Restrições rígidas sobre o OAR mais importante

Informações básicas



A abordagem de OARs muito próximos ao PTV (ou mesmo sobrepondo o PTV) é uma tarefa de planejamento desafiadora. Frequentemente não é possível cumprir as expectativas de volume desejado de cobertura do PTV e restrições de OAR. Ao invés disso, é necessário encontrar a melhor solução entre esses dois objetivos contraditórios.

Às vezes as restrições de OAR devem ser flexibilizadas (com efeitos colaterais que podem ser toleráveis em determinadas situações). No software, isso pode ser alcançado, por exemplo, pela configuração da restrição de OAR como Off ou Smart, em vez de Strict.

A alternativa é flexibilizar o volume de cobertura do PTV. Sob a maioria das circunstâncias, o otimizador garantirá uma determinada cobertura (especificada pelo Desired Coverage Volume ). Entretanto, conforme descrito acima, o otimizador reduzirá lentamente a cobertura, até chegar ao valor mínimo de Tolerated Coverage Volume se alguma restrição do Most Important OAR for configurada como Strict, mas não puder ser cumprida. O valor da redução da cobertura depende da proporção da violação da restrição de OAR e da posição da barra deslizante Weighting (posição Target: nenhuma redução na cobertura, posição OAR: redução máxima, i.e., até o Tolerated Coverage Volume se as restrições de OAR não puderem ser cumpridas).

A cobertura não é simplesmente reduzida em todo o PTV. Em vez disso, a informação baseada na localização é usada para assegurar que a cobertura seja “sacrificada” na localização correta (p.ex., nas proximidades do OAR). Isso é feito por meio do uso de uma série de objetos denominados “halo”.

Objetos Halo



Um “halo” é um objeto virtual de planejamento (invisível no software) que é criado automaticamente pela expansão uniforme do Most Important OAR em todas as direções. Por exemplo, um “halo” pode ser criado para um raio de 1, 2 ou 3 mm . Isto significa que o objeto “halo” é 1, 2 ou 3 mm maior que o OAR.

O halo atual é deduzido da quantidade de cobertura “sacrificada” da seguinte maneira. Primeiro, a quantidade do volume de PTV “sacrificado” é calculada. Por exemplo, se apenas 96% de cobertura deve ser alcançada, em vez de 98%, 2% do volume é efetivamente “sacrificado”. Em seguida, um objeto halo é criado para cobrir exatamente o volume de PTV “sacrificado” (p.ex., 2%). Isto significa que o halo será maior para maiores reduções no volume de PTV. Os voxels do PTV cobertos pelo halo serão então marcados como “a ser sacrificado” na otimização. Esses voxels não precisam atender a dose de PTV desejada.

Art. Nº: 60919-40BP

A kibocsájtás napja: 2019-03-14